Desde que foi criada há 24 anos, a Casa Cor ditou tendências, influenciou pessoas e se consagrou como referência em mostras de arquitetura, decoração, design e paisagismo. Todas as possibilidades de harmonizar a evolução tecnológica com o conforto e as facilidades do cotidiano são exploradas, resultando numa grande diversidade de projetos.  A 19ª edição da Casa Cor Minas conta com 35 espaços, 5.000 m² e foi aberta ao público no último sábado com o tema “um olhar muda tudo” e poderá ser visitada até o dia 22 de outubro.

A casa é uma obra de arte construída em 1950 para a família Dalva Simão e foi  preservada em sua estrutura original.  Para isso, foi criado um Conselho Consultivo para avaliar os projetos e garantir que as normas de preservação e arquitetura de interiores da casa fossem respeitadas. Devido ao espaço, o número de arquitetos também foi reduzido em relação as últimas edições, mas como o terreno é grande, novas construções foram feitas, mostrando espaços que não existiam, como o Home Cinema projetado por Carico, o Loft sob o comando de Pedro Lázaro e a Casa do Jardim, criada por Luis Fábio Rezende.

CASA COR 2013

Sala de Jantar, Hall e Escada, das arquitetas Flávia e Cláudia Roscoe Foto: Jomar Bragança

CASA COR 2013 1

Quarto do Bebê, da arquiteta e designer de interiores, Flávia Zambelli Foto: Jomar Bragança

Deck Casa Cor Cristina Morethson e Ângelo Coelho

O Deck/Bar foi projetado pela arquiteta Cristina Morethson e pelo engenheiro Ângelo Coelho foto: Daniel Mansur

Deck Casa Cor Cristina e Angelo

Deck/Bar Foto: Daniel Mansur

Serviço:

Casa Cor Minas – 19ª edição

21 de setembro a 22 de outubro

Alameda das Palmeiras, 444 – Pampulha

Horário: 4ª à 6ª feira de 14h às 22h;

Sábado de 13h às 22h; domingo de 13h às 19h

Ingresso: R$ 50 (inteira) e R$25 (meia) – para idosos acima de 60 anos, crianças e estudantes.  www.casacorminas.com.br