O Sempre Um Papo recebe a escritora Adriana Lisboa para debate e lançamento do livro   de poemas “Pequena Música”, editora Iluminuras.  Com os fantasmas do passado, numa reinvenção do tempo e da alma, Adriana Lisboa constrói com o barro dos pensamentos e as partículas dos sentimentos o caminho deste livro: vai do mundo ao eu, contemplando em si a mãe, a irmã, o avô, o pai, o filho, o espírito, pela voz da poesia. O evento acontece nesta terça-feira, 15 de maio, no auditório da Cemig, em Belo Horizonte.

 Adriana Lisboa     Foto/Julie Harris

Em “Pequena Música” estão músicas cantadas por poetas como Bandeira, Millay, Bashô, e mesmo a Cecília, que dá o título ao livro. Título que poderia ser também Fim do mundo, pois as canções da belíssima poesia de Adriana Lisboa são dramáticas enquanto líricas. Carregam os sons dolorosos da vida humana num contraponto aos rumores da exultação, do enlevo de simplesmente estar vivo e poder cantar.

Adriana Lisboa nasceu no Rio de Janeiro. É autora, entre outros livros, dos poemas de Parte da paisagem (Iluminuras, 2014), dos contos de O sucesso e dos romances Sinfonia em branco (Prêmio José Saramago), Um beijo de colombina, Rakushisha, Azul corvo (um dos livros do ano do jornal inglês The Independent) e Hanói (um dos livros do ano do jornal O Globo), pela Alfaguara. Seus livros foram traduzidos em mais de vinte países. Seus poemas e contos saíram em revistas como Modern Poetry in Translation e Granta. Graduada em música e pós-graduada em literatura, morou na França, na Nova Zelândia e nos EUA — onde vive atualmente, na cidade de Austin.

Pequena Música, Adriana Lisboa. 96 Páginas.R$ 35,00.

Serviço:

Sempre Um Papo com Adriana Lisboa

Data: 15 de maio de 2018, terça-feira, às 19h30

Local: Auditório da Cemig. Rua Alvarenga Peixoto, 1220, Santo Agostinho, Belo Horizonte/MG

Informações: 31 32611501 – www.sempreumpapo.com.br     Entrada gratuita