BDMG Cultural divulga os editais públicos de concorrência que tradicionalmente são lançados no primeiro semestre do ano. São eles o Prêmio BDMG Instrumental, o Prêmio Marco Antônio Araújo e o Prêmio Flávio Henrique, que teve a sua primeira no ano passado, em homenagem ao cantor, compositor e instrumentista Flávio Henrique.

                Luísa Mitre, João Machala, Matheus Barbosa e Davi Fonseca, vencedores do BDMG Instrumental edição 2018  Foto/Élcio Paraíso

De acordo com Thiago Delegado, um dos expoentes da nova geração da música instrumental no país que, inclusive, já foi premiado pelos prêmios BDMG Instrumental e Marco Antônio Araújo, as iniciativas são fundamentais para a cena musical no estado.

Pocket show com  Samy Erick, vencedor do Prêmio Marco Antônio Araújo edição 2018   Foto/Élcio Paraíso

“O Prêmio BDMG Instrumental é responsável por revelar inúmeros talentos, assim como o Marco Antônio Araújo, que incentiva as pessoas que produzem álbuns, além de impulsionar muitas carreiras. Agora, com o Prêmio Flávio Henrique, o BDMG Cultural amplia o abraço para a canção. O resultado desses projetos percebemos nas ruas de Belo Horizonte, nos músicos, compositores, intérpretes da música instrumental. Eu mesmo sou muito grato por ter sido agraciado por esses prêmios que foram muito importantes na minha carreira”, explica.

Entrega do Prêmio Flávio Henrique para os músicos vencedores Irene Bertachini e Leandro César      Foto/Élcio Paraíso

As inscrições para os editais poderão ser realizadas de 6 de março a 5 de abril, gratuitamente. As premiações chegam a R$12.000. Regulamentos e fichas de inscrição estão disponíveis no site da instituição: www.bdmgcultural.mg.gov.br.

Premiações 2019:

19º Prêmio BDMG Instrumental

O Prêmio BDMG Instrumental consagra os melhores compositores, arranjadores e instrumentistas mineiros, ou residentes no estado há mais de dois anos. Cada um dos quatro vencedores, selecionados por meio de audição pública, recebe premiação em dinheiro, no valor de R$12.000, e shows em Belo Horizonte, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-BH), e em São Paulo, no “Instrumental Sesc Brasil”, em parceria com o Sesc SP. Na capital mineira, os vencedores podem convidar um músico consagrado para a apresentação.

Além do prêmio principal, o melhor arranjo, os dois melhores instrumentistas e dois finalistas, também recebem premiação em dinheiro. A escolha dos vencedores é aberta ao público, em três dias de apresentações no Teatro Sesiminas.

Prêmio Marco Antônio Araújo

Simultâneo ao Prêmio BDMG Instrumental, o Prêmio Marco Antônio Araújo comemora 15 anos de atuação na cena instrumental do estado e consagra o melhor CD autoral, instrumental e de produção independente, produzido entre janeiro e dezembro de 2018. O vencedor recebe R$10.000 como premiação e se apresenta na final do 19º Prêmio BDMG Instrumental, em um pocket show com o repertório do trabalho consagrado.

Prêmio Flávio Henrique

Criado com a intenção de homenagear este importante instrumentista, cantor e compositor, dono de uma inquietação artística que proporcionou à cultura um legado singular, o prêmio que em 2019, terá a sua segunda edição, elege o melhor CD autoral, de canção brasileira e independente de músicos mineiros ou residentes no estado, que reforce a qualidade e a produção criativa em Minas. O vencedor receberá premiação no valor de R$10 mil.

Serviço:

BDMG Cultural editais públicos 2019

Inscrições e regulamentos: www.bdmgcultural.mg.gov.br.

Período: 6 de março a 5 de abril de 2019

Mais informações pelo telefone:31 3219-8691.