Nos primeiros dias de Copa do Mundo, Belo Horizonte recebeu turistas de vários países que se espalharam por diferentes regiões da cidade.  A agitação se deu no entorno do Mineirão, em bares e restaurantes da Savassi, na orla da Pampulha, no Belo Horizonte FIFA Fan Fest e em outros locais onde eventos são realizados durante o mundial. Neste fim de semana, turistas de mais de 40 países foram atendidos nos Centros de Atendimento da Belotur e mais de seis mil pessoas puderam enviar, gratuitamente, cartões- postais com imagens da cidade para os amigos e parentes no Brasil e exterior.

SITE BELOTUR

Torcedores mandam postais para parentes na Colômbia

A colombiana, Martha Macias, de 35 anos, chegou em Belo Horizonte no dia 13 com um grupo de oito amigos e ficará até terça-feira, 17. No espaço montado no Expominas para receber os turistas, ela escolheu alguns postais com imagens da Praça da Liberdade, Parque Municipal e também quitutes do Mercado Central para enviar gratuitamente aos familiares e amigos. “Imagens lindas dessa cidade que gostei tanto para presentear minha mãe, irmã, enteado e amigos. Os taxistas e as pessoas em geral são muito amáveis e a comida muito boa. Adoramos a feijoada”. O grupo segue nesta semana para o Rio de Janeiro e, em seguida, para Brasília, onde acompanha a seleção da Colômbia que irá jogar, dia 19, com a Costa do Marfim. A seleção colombiana não fará mais jogos no Mineirão na primeira fase, mas os colombianos antes e depois do jogo em que venceram a Grécia por 3×0,  espalharam alegria, simpatia e muito carisma pela cidade.

O presidente da Belotur, Mauro Werkema, ressalta que Belo Horizonte está passando por um momento de transformação e experimentação, fazendo um diagnóstico de sua realidade, e se consolidando como uma cidade capaz de receber eventos de grande porte. “Tudo está caminhando no quadro da mais perfeita normalidade até o momento. Estamos realizando um atendimento extraordinário em nossos CATs, com a prestação de informação turística para visitantes do mundo todo. Agora, esperamos também uma presença massiva de argentinos para os próximos dias”,destacou.

Nesta semana, BH vai sediar mais dois jogos. Dia 17, terça-feira, Bélgica X Argélia e, no dia 21, sábado, Argentina X Irã que promete uma movimentação ainda maior por parte dos argentinos, já que a seleção de Messi se instalou em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Movimento  dos hotéis, bares e restaurantes

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais- ABIH MG -, a taxa de ocupação hoteleira está em média de 70% em dias que não há jogos em Belo Horizonte. Já nos dias em que as partidas são realizadas no Mineirão, a ocupação chega a 90% e, em alguns casos, atinge 100%.

Dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais-Abrasel MG- revelam que bares e restaurantes da capital tiveram ocupação de 100% no dia 12 de junho, data da abertura da Copa do Mundo e estreia da Seleção Brasileira. Nos dias seguintes, notou-se o crescimento da demanda em 70%.

A previsão do Ministério do Turismo é de que a capital mineira receba 230 mil brasileiros e 160 mil estrangeiros durante os 30 dias do mundial. Mais de 140 mil estrangeiros já compraram ingressos para os jogos que serão realizados em Belo Horizonte. Foto: Aline Pereira – Setes