Belo Horizonte manteve a 6ª colocação no ranking da International Congress & Convention Association (ICCA), entidade que mede a participação dos destinos na captação de eventos mundiais. Os dados são do estudo divulgado na última terça-feira, 20 de maio, em Frankfurt, na Alemanha. À frente de Belo Horizonte, que realizou 11 eventos internacionais, aparecem as cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Foz do Iguaçu, Florianópolis e Porto Alegre – as duas últimas empatadas com 14 eventos.

A ICCA inclui em seu ranking feiras, congressos e convenções itinerantes, realizadas por pelo menos três vezes, em três destinos internacionais diferentes e com periodicidade fixa. Os eventos internacionais que atendem essas exigências e que ocorreram na capital mineira em 2013 são: 16 International Seminar on Paste and Thickened Tailings -Paste 2013; 26 World Congress on Philosophy of Law and Social Philosophy – IVR; 3 International Conference fon Arabica Natural Coffee; 40 Hume Society Conference; 8 International Colloquium on Black Liquor Combustion and Gasification; CIGRE Study Committee B5 Colloquium; III Conference The Best Practices SIBRT in Latin America; International Meeting of Vincentian Youth; IV4 Congreso Internacional en Gestión y Profesionalización el Ámbito Local; World Congress of Catholic Universities – CMUC e 23 Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa –AULP.

De acordo com o presidente da Belotur, Mauro Werkema, a posição de destaque de Belo Horizonte é fruto do esforço realizado para trazer eventos que movimentem a cadeia produtiva e promovam a divulgação do destino. “Por ser uma cidade de serviços, com 85% do PIB concentrado no setor terciário, a capital mineira se configura como uma cidade renovada pela Economia Criativa e possui grande demanda para realização de feiras, congressos, reuniões e convenções. Agora, com a realização dos grandes eventos internacionais, com a cadeia hoteleira renovada e mais salas para reuniões e encontros de negócios, a cidade será mais conhecida e estará ainda mais apta para disputar no mercado internacional de captação de eventos”.

Ainda de acordo com o estudo da ICCA, o Brasil foi da 7ª para a 9ª posição, com a realização de 315 eventos em 2012. Com esse resultado, o país permanece entre os dez principais realizadores de eventos, liderado pelos Estados Unidos. De acordo com a Embratur, em dez anos, os congressos e convenções de negócios realizados no Brasil registraram um aumento de 408% -entre 2003 e 2013, o total de eventos passou de 62 para 315.

União de esforços

Em Belo Horizonte a divulgação do ranking ICCA foi realizada no dia 21 de maio, quarta-feira, durante reunião de dirigentes da Belotur com empresas e instituições dos setores econômicos fomentadores da cadeia de eventos e negócios. O objetivo é que eles participem das ações em andamento para o desenvolvimento do mercado de eventos e negócios em Belo Horizonte. A primeira iniciativa será a introdução dos mesmos no Grupo de Trabalho Especial de Eventos, criado em dezembro de 2013, durante a MinasExpo Eventos. Participaram do encontro, representantes da academia, como a PUC Minas e a Fundação Dom Cabral, além de entidades do setor econômicos e dos governos, como Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais – FAEMG, Federação das Indústrias de Minas Gerais – FIEMG, Sebrae MG, Associação Médica de Minas Gerais, Belo Horizonte Convention e Visitors Bureaux, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Estado de Turismo e Esportes e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.