MB CariocaColar siteOito linhas formam a coleção outono-inverno da Manoel Bernardes. A joalheria mineira explorou a diversidade temática representando a pluralidade da arte, cultura e design nacionais. Memories, Unshaped,  Urbana,  Carioca,  Modernismo, Floresta, Pré-Colonial  e Barroco remetem a vários temas e movimentos. O resultado desse mix luxuoso não é a similaridade,  mas as diferentes técnicas e tratamentos do ouro e das gemas escolhidas. (Na imagem de abertura, corrente com pingente da linha Carioca).

Pavês de diamante, gemas belíssimas e laser com acabamento texturizado resultam em peças despojadas em Floresta. O renascimento francês, que influenciou as modas e modos do Brasil Império estão na linha Francesa, em design contemporâneo e gemas únicas – lindas as correntes aparentemente grossas e os elos entrelaçados de brincos e correntes, além dos anéis com uma uma ou duas pedras contrastantes em ouro amarelo.

Tiras de couro entrelaçadas sobre pedra de quartzo, livre de estruturas, e cristais topázio na Pré-Colonial, inspirada na cestaria indígena. O Brasil dos azulejos portugueses surge nos topázios azuis aplicados sobre ouro rosa ou amarelo na linha Barroco, representando a azulejaria lisboeta que invadiu construções brasileiras no período.

Tarsila do Amaral inspira linha Modernismo

A arte de Tarsila do Amaral (1886/1973), que tanto exaltou a brasilidade em sua obra – Abaporu (o homem que come, em tupi-gurani), seu trabalho mais conhecido, é quase sinônimo de seu nome – inspirou a linha Modernismo, com as peças da coleção remetendo a elementos como sol, flora e o próprio povo brasileiro que ela retrataou.

MB Francesa aneis1

Da esquerda para a direita, os belíssimos anéis da linha francesa, o brinco da coleção Modernismo e o brinco de Urbana, com design e gemas inspirados nos movimentos de arte dos últimos 20 anos

MB Modernismo Brincos 1MB Urbana Brincos_002

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design orgânico, minimalista, sofisticado e marcante em Unshaped – sem recursos de gemas coloridas, com o diamante trabalhado em peças de ouro. Memories é uma linha com joias para usar a qualquer hora e revisita o retro-fit atualizado para os tempos atuais. Gotas e círculos são trabalhados em harmonia e o resultado éo  dueto simplicidade com elegância.

Os últimos 20 anos da arte nacional aparecem simultaneamente em Urbana e Carioca. A primeira explora a sofisticação e a vibe cosmopolita, usando como referências de design elementos urbanos – das favelas sempre crescentes das grandes cidades às estruturas metálicas utilizadas na arquitetura.

Carioca segue o style leve e solar de seus cidadãos. São peças em mix de várias gemas, cores em profusão em combinações harmoniosas e quase aleatórias – o que a Manoel Bernardes define como “intuitiva e peculiar”.

As oito linhas da nova coleção são extremamente femininas e, claro, acendem desejos imediatos com as belíssimas gemas, formas, design e o precioso trabalho de ouriversaria – peças tão diversas em seus temas como a mulher brasileira. Mas sedutoras e classudas como devem ser as joias. Beth Barrabethbarramoda@gmail.com

Imagens das joias de Almir Pastore/Divulgação/MB