Nesta terça-feira, 4 de dezembro, o programa Jovem Músico BDMG  encerra a temporada 2018 de recitais. Nesta última apresentação do ano, que acontece na Sala Juvenal Dias no Palácio da Artes, participam os músicos Mariana Veríssimo [piano], Elias Magalhães [canto], Marcos Paulo [viola] e Carlos Fernandes [vibrafone].

Há 18 anos, o programa Jovem Músico BDMG vive a renovação da música erudita em Minas Gerais. São instrumentistas e cantores que, muitas vezes, têm a primeira oportunidade de se apresentar ao público no palco da série de recitais.

Os músicos Marcos Paulo, Mariana Veríssimo, Elias Magalhães e Carlos Fernandes     Foto/Élcio Paraíso

Com 12 anos, Mariana Veríssimo é de Belo Horizonte e desde os cinco, toca piano. Incentivada pelos pais e pela professora Euridiana,  se inscreveu no projeto. “Essa experiência vai contribuir significativamente para o meu desenvolvimento como pianista”, revelou a jovem que, no ano passado, foi a primeira brasileira a receber certificação nível 9 no Yamaha Grade Examination.

A pianista Mariana Veríssimo   Foto/Élcio Paraíso 

Mais experiente, o belo-horizontino Marcos Paulo, de 21 anos,  percorreu diversas universidades dos Estados Unidos, em duas turnês internacionais. Mesmo com toda essa bagagem, ele acredita que ser selecionado pelo Jovem Músico BDMG faz parte do seu amadurecimento e aprendizado no mundo musical. “Ter sido selecionado no concurso foi de uma felicidade indescritível”, revela.

Entre os participantes, o baixo barítono Elias Magalhães, de 21 anos, nasceu em Conselheiro Lafaiete/MG e destaca o projeto como o primeiro palco de muitos músicos. “Pela primeira vez tenho a oportunidade de aplicar no palco os conhecimentos adquiridos durante a minha formação musical. Esse momento é de extrema importância na minha carreira, pois confirma a eficácia do trabalho feito em sala de aula”, explica.

Carlos Fernandes nasceu em Passos e tem 22 anos. Seu primeiro contato com os estudos musicais aconteceu de maneira informal, atuando em bandas de baile e experimentando diferentes instrumentos. Em 2015, ingressou no curso de percussão do departamento de música da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), sob orientação dos professores Charles Augusto Braga, Érico Fonseca e Edésio Lara. Fez parte da Big Band Ouro Preto, Banda Sinfônica da UFOP e Grupo de Percussão da UFOP. Foi bolsista de iniciação científica no projeto de pesquisa “Vibrafone e música eletroacústica em tempo real: elaboração de um conjunto de efeitos para performance”, orientado pelo professor Charles Augusto Braga. Atuou como regente titular e diretor artístico do coro feminino Silvinha Araújo; produtor, arranjador e técnico de gravação no espaço CHF Estúdio de Gravação e diretor musical no festival Canta Mariana.

Ao todo, 17 músicos mineiros, ou residentes no estado há mais de dois anos, com até 25 anos de idade, participaram desta edição. Os responsáveis pela seleção dos instrumentistas e cantores foram Carlo Aleixo, Clóvis Gontijo Salgado e Rubner Abreu.

Serviço:
Jovem Músico BDMG apresenta Mariana Veríssimo
(piano), Elias Magalhães (canto), Marcos Paulo (viola) e Carlos Fernandes (vibrafone)

Data: 4 de dezembro de 2018, às 19h30

Local: Sala Juvenal Dias – Palácio das Artes:  Av. Afonso Pena, 1537, Belo Horizonte/MG

Ingressos: R$2  [inteira] R$1 [meia-entrada]

Mais informações: 31 3219-8691