O Grupo Ponto de Partida e o Coral dos Meninos de Araçuaí apresentam a peça musical infantojuvenil “Roda que Rola”, no Teatro Bradesco do Centro Cultural Minas Tênis Clube, neste sábado, 24 de março.

Gravado há 20 anos pelo Coral dos Meninos de Araçuaí, o disco “Roda que Rola” vendeu, de forma independente, mais de 40 mil cópias e foi considerado por especialistas “um dos dez discos que não podem faltar na vida do seu filho”, ao lado de “Arca de Noé”, de Vinícius de Moraes, e “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque.

No palco, a história de Repolho, um palhaço que perdeu a poesia, mas recebe ajuda de Corina, um anjinho de procissão espevitado, é contada por meio de cirandas, batuques, canções do Vale do Jequitinhonha, de Fernando Brant, Chico Buarque, Caetano Veloso, Dorival Caymmi, Heitor Villa-Lobos e de domínio público. O espetáculo tem duração de 70 minutos.

MTC/Divulgação

Sobre os Meninos

Formado por crianças com idade entre 7 e 16 anos, que fazem parte do projeto “Ser Criança” do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, CPCD, o Coral dos Meninos de Araçuaí foi criado em 1998 pelo Grupo Teatral Ponto de Partida. O coral tem seis CDs e dois DVDs gravados, participação no CD Pietá, de Milton Nascimento, e em inúmeros espetáculos, por diversas cidades brasileiras e também do exterior. 

Ponto de Partida

Fundado em 1980, o grupo é itinerante e independente, formado por artistas de Barbacena. A trupe desenvolveu processos de criação e produção, tendo  uma linguagem própria que se destaca na dramaturgia brasileira e marca seus 34 espetáculos já encenados.

Como movimento cultural, o Ponto de Partida é responsável pela formação de 323 pessoas, que participam de diversas atividades e projetos, como a Bituca: Universidade de Música Popular e o Coral dos Meninos de Araçuaí.

Serviço:

Musical infantojuvenil: “Roda que Rola”, Grupo Ponto de Partida e Meninos de Araçuaí

Data:  24 de março de 2018, sábado, às 17 h.
Local: Teatro Bradesco. Rua da Bahia, 2244, Lourdes, Belo Horizonte/MG s)
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), na bilheteria do Teatro Bradesco ou no site www.eventim.com.br.
Classificação
: livre.