A peça “Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso” abre a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança 2019, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, no dia 11 de janeiro, com apresentações também nos dias 12 e 13.

Em cartaz há 18 anos, o espetáculo, estrelado por Carlos Nunes, é um clássico mineiro e já foi visto por mais de um milhão de pessoas.

O ator Carlos Nunes, protagonista do espetáculo    Foto/Gláucia Rodrigues

“Pode-se dizer que a peça é de utilidade pública. Quem nunca ficou com fome numa festa de casamento, por exemplo?”, diz Carlos Nunes, que, no palco, ensina como sair mais rapidamente da cerimônia de casamento, chegar primeiro na recepção e escolher de forma estratégica a mesa que ocupará; como pegar dois salgadinhos ou docinhos ao mesmo tempo pelo método pinça e outros macetes.

“A peça é muito importante e foi reconhecida pelo programa Fome Zero, porque, depois que a pessoa assiste ao espetáculo nunca mais passa fome. Eu ensino a maximizar a cota de doces e salgados. Outro ‘benefício’ é a geração de emprego para os nutricionistas, porque está todo mundo engordando por causa do espetáculo, sem esquecer que aumenta a visibilidade do garçom, pois é ele quem decide quem vai comer mais ou menos”, comenta Carlos Nunes, em meio a risos.

Serviço:

Campanha Popularização do Teatro e da Dança 2019 apresenta: “ Como sobreviver em Festas e Recepções com Buffet escasso”

Local: Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube. Rua da Bahia, 2244, Lourdes, Belo Horizonte/MG

Data: 11, 12 e 13 de janeiro de 2019. Horário: sexta a sábado, às 21h, domingo, às 20h.
Classificação: 12 anos.
Ingressos:
Postos Sinparc: R$ 18 [preço único]. Mercado das Flores, Shoppings Cidade, Pátio Savassi, Estação e Itaú Power.
Bilheteria do Teatro: R$ 40 [nteira] e R$ 20 [meia], à venda uma hora antes do espetáculo, caso ainda haja ingressos restantes dos postos Sinparc.

Horário de funcionamento da bilheteria: segunda a sábado: 12h às 20h. Domingo: 12h às 19h. A bilheteria funciona até 30 minutos depois do início do espetáculo. Formas de pagamento: dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Horário de abertura da plateia para entrada do público: 30 minutos antes do horário da apresentação.
Mais informações: 31 3516-1360
Estacionamento com acesso interno: entrada pela rua da Bahia, ao lado do Teatro, aberto até meia hora após o fim do espetáculo. Valores: R$ 12, para sócios, e R$ 24, para não sócios.

Redes sociais da Cultura do Minas: Facebook: /mtccultura    Instagram: @mtccultura