A cidade de Puno, nas margens do Lago Titicaca, se tornará a capital folclórica do Peru em festa sagrada durante as duas primeiras semanas de fevereiro. Quarenta mil dançarinos e músicos de aproximadamente 170 grupos de 13 províncias celebrarão a Fiesta de la Virgen de la Candelaria, uma das maiores festividades religiosas dos Andes peruanos.

015147_300

Fiesta Patronal Virgen de la Candelaria  Foto/Renzo Giraldo

Um dos dias mais importantes do festival é a quinta-feira, 8 de fevereiro, quando se celebra a Missa Solene da Oitava e a procissão em honra à Santíssima Virgem da Candelária, acompanhada de conjuntos de danças nativas (em trajes típicos e nativos) e a tradicional montagem de tapetes de flores. O domingo, 11 de fevereiro, é outra data importante, pois é realizado o Concurso de Danças em Trajes de Luz, em homenagem à Santíssima Virgem da Candelária. Nos dias 12 e 13, grupos de dançarinos e músicos desfilam pelas principais ruas da cidade de Puno.

PERU

Fiesta de La Virgen de la Candelaria, em Puno. Foto: Renzo Giraldo/PROMPERÚ

Desde 2014, o festival faz parte da Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura). O Peru também salvaguardou a festa da Virgen de la Candelaria, proclamando a cidade de Puno “Capital do Folclore Peruano”. Desde 2003, é considerada o patrimônio cultural do país.

Carnaval no Peru

Assim como no Brasil, o carnaval é uma manifestação cultural muito forte e representativa no Peru. Todas as regiões do país celebram o carnaval, nos meses de fevereiro ou março (de acordo com o calendário religioso), durante várias semanas, com festejos nas ruas, bailes, celebrações, músicas, danças, desfiles de carros alegóricos, além da gastronomia.

O carnaval de Ayacucho (no Sul do Peru) é uma das manifestações culturais mais autênticas conservadas pela população local, declarada patrimônio Cultural da Nação, pelo Instituto Nacional de Cultura do Peru. Nele se expressam a criatividade e a sensibilidade do povo ayacuchano através das fantasias e máscaras, danças urbanas e rurais, das novas canções e sátiras (criadas de acordo com o momento atual), improvisos picantes e a declaração do “Ño Carnavalon” (Rei Momo). As particularidades do carnaval ayacuchano levam em seu espírito a essência autêntica que mesclam a alegria infantil, juvenil e adulta; um atrativo para quem quer brincar, bailar, se divertir e apreciar a beleza da cidade e arredores, bem como a calorosa acolhida do povo.

026772_300

Carnaval de Cajamarca     Foto/Marco Garro

Em Cajamarca (no Norte do Peru), conhecida como a “Capital do Carnaval Peruano”, destacam-se os concursos de improvisos cheios de versos ousados, também chamados de “matarinas”, e a presença forte e alegre do “Ño Carnavalón”.

Já em Iquitos (Capital da Amazônia Peruana), o carnaval se festeja com bailes pelas ruas, que giram em torno das “Humshas”, palmeiras colocadas pelos moradores dos bairros, e brincadeiras com água entre os foliões. Ali, a cozinha loretana também é bastante levada em consideração nessa época.

Arequipa (Sul do Peru) traz em seu carnaval uma verdadeira competição entre os jovens solteiros e seus respectivos bairros, onde brincam carnaval e brigam pelo título de quem mais dança, qual tem o traje típico mais bonito, quem festeja com mais fúria, graça e alegria.

Serviço:

Fiesta de La Virgen de la Candelaria, em Puno, Peru

Data: Fevereiro de 2018

Informações sobre festividades do Peru: https://www.peru.travel/es-pe/que-hacer/festividades-y-eventos.aspx#page1       Informações sobre destinos turísticos do Peru: http://www.peru.travel/pt-br/

Facebook: https://www.facebook.com/visitperu.br/             Twitter: https://twitter.com/visitaelperu     Youtube: http://www.youtube.com/visitperu      Instagram: https://www.instagram.com/peru/