O Camaleão Grupo de Dança sobe ao palco do Teatro Francisco Nunes, de 18 a 28 de agosto, com a estreia dos espetáculos em programa duplo: “traZ-humante” e “senti-DO”.

Com direção geral de Marjorie Quast e direção artística de Inês Amaral, “traZ-humante” a coreografia é assinada pelo mexicano Omar Carrum e pelo colombiano Vladimir Rodriguez; e “senti-DO” por Omar Carrum.

Depois de receber os prêmios Sinparc/Copasa 2014 de Melhor Espetáculo, Melhor Trilha Sonora, Melhor Iluminação e Melhor Cenografia com “Retina” e apresenta-lo em 20 cidades brasileiras, o Camaleão volta aos palcos com a estreia de seus novos espetáculos “traZ-humante” e “senti-DO”, que comemoram os 32 anos de trajetória do grupo.

Durante essa trajetória, o Camaleão Grupo de Dança se notabilizou pela excelência de suas produções, que já somam 15 montagens, assinadas por 13 destacados profissionais nacionais e internacionais, entre eles Omar Carrum, Vladimir Rodriguez,Jorge Garcia, Mário Nascimento, Luís Arrieta, Tindaro Silvano, Carlota Portela e Tuca Pinheiro.

Traz_Humante-(6A)_Camaleao_Credito_PieterQuast

   Espetáculo traZ -humante Humante, Grupo Camaleão      Foto/Pier Quast

O Camaleão Grupo de Dança recebeu o prêmio IBERESCENA – Criação Dramatúrgica e Coreográfica em Residência – edital 2014. Através dele foi realizado o encontro com os coreógrafos Omar Carrum, do México, e Vladimir Rodrigues, da Colômbia, intercâmbio que resultou nas novas montagens.

Em parceria com a escola Núcleo Artístico (criado em Belo Horizonte em 1978), incentivam, criam e divulgam a dança cumprindo com o seu compromisso social de educadores e difusores culturais, se tornando o berço de renomados artistas nacionais.

Agora, o público poderá conhecer os novos espetáculos, “traZ-humante” e “senti-DO”, que serão apresentados em programa duplo em temporada de 18 a 28 de agosto no Teatro Francisco Nunes, a preços populares.

Serviço:

Ministério da Cultura, Secretaria da Cultura, Secretaria Estadual de Cultura e Camaleão Grupo de Dança apresentam:

“Senti-DO” e “traZ-humante”

Direção coreográfica: Omar Carrum e Vladimir Rodriguez. Direção Artistica: Inês Amaral. Direção Geral: Marjorie Quast

Local: Teatro Francisco Nunes – Parque Municipal – Belo Horizonte

Datas:

18 a 20 de agosto, às 20 h. Dia 21, às 19 h.

26 e 27 de agosto, às 20 h. Dia 28, às 19 h.

Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia). Meia entrada para artistas profissionais. Classificação indicativa: 14 anos