“Além do que os nossos olhos registram”, espetáculo com Luíza Tomé, Priscila Fantin e Olívia Torres chega a Belo Horizonte para única apresentação no dia 13 de abril, sexta-feira, no Grande Teatro do Sesc Palladium.

Em cena, três gerações de mulheres, convivendo, se apoiando e enlouquecendo umas às outras. O texto é de Fernando Duarte, autor de “Callas” e “Depois do Amor”, ambos dirigidos pela saudosa Marília Pêra. A direção é de Fernando Philbert, que assinou a direção de aclamados espetáculos, como “O topo da montanha”, com Lázaro Ramos e Thais Araújo, “O Escândalo de Felippe Dussack”, com Marcos Caruso, entre outros. A peça estreou no dia 28 de outubro em Porto Alegre e segue em turnê pelo país.

Delfina (Luíza Tomé) é uma mulher que sempre teve a cabeça livre de preconceitos. Agitada e independente possui uma rotina dinâmica e cheia de afazeres – alguns mais típicos outros mais peculiares. Uma avó moderna e articulada. Ela se identifica com os marginalizados e, desde jovem, luta pelos direitos das “minorias”.

Além do que os nossos olhos registram  Foto/Priscila Prade

Violeta (Priscila Fantin)  é uma mulher elegante, divertida e ardilosa. Seu lema de vida é: “Mantenha as aparências e impressione sempre”. Vive um casamento de fachada que lhe proporciona uma vida confortável. Ela foi sugada pelo mundo do marido, e possui uma maneira prática e decidida, às vezes, cínica de resolver os problemas e não raro é ela quem vai sobrepor a Delfina e a Sofia em termos de sensatez e amadurecimento.

Sofia (Olivia Torres) tem uma relação conflituosa com os pais, e encontra na avó o apoio não encontrado na relação com a mãe. Seu olhar para o mundo feminino instalado à sua volta é aguçado e provocador. Ela vive às turras com a mãe, mas o novo cotidiano intensifica seus laços com a avó. Ao mostrar essa complicada relação entre mãe, filha e avó o espetáculo consegue expor, de maneira emocional, as agruras e as alegrias do universo feminino. Não é fácil para nenhuma das protagonistas, mas a peça apresenta soluções interessantes que poderiam ser aplicadas no dia a dia.

Ficha Técnica:

Texto: Fernando Duarte.Direção: Fernando Philbert. Assistente de direção: Rodrigo França. Elenco: Luíza Tomé, Priscila Fantin e Olivia Torres. Iluminação: Vilmar Olos. Cenário: Natália Lana.  Visagismo: Walter Lobato. Fotos: Lucio Luna. Coordenador de projeto:Fernando Duarte. Direção de produção: Fabricio Chianello. Realização: Ymbu Entretenimento Ltda.

Serviço:

“Além do que os nossos olhos registram”, com Priscila Fantin, Luiza Tomé e Olivia Torres

Data: 13 de abril, sexta-feira, às 21h. Gênero: Comédia     Classificação indicativa: 12 anos       Duração: 70 min

Local: Grande Teatro Sesc Palladium, Av. Augusto de Lima, 420, Centro, Belo Horizonte/MG

Ingressos: Plateia I : Inteira: R$ 70,00  Meia entrada: R$ 35,00.  Plateia II: Inteira: R$ 40,00   Meia entrada: R$ 20,00.  Plateia III: Inteira: R$ 20,00  Meia entrada: R$ 10,00