Os lustres impactantes estão de volta ao décor, com a vocação de serem os protagonistas dos ambientes e podem ser destaque tanto em ambientes residenciais, como corporativos.  Segundo a arquiteta e designer de ambientes Gislene Lopes, para o lustre ser o protagonista é necessário que o ambiente seja limpo e sem excessos. “É importante, também, estar ciente do efeito de iluminação do lustre a ser utilizado para que o restante da iluminação trabalhe em conjunto com ele. Em ambientes maiores, com vãos sem muitos elementos como, por exemplo, um hall de edifício ou pé-direito duplo, pode-se aproveitar ainda mais o espaço para criar o cenário perfeito para a colocação de um lustre diferenciado”, explica.

MAO DUPLA LUSTRES Foto 24- Sala de Jantar

Projeto Gislene Lopes: O pé direito duplo foi evidenciado pelo lustre  Foto: Jomar Bragança 

Vale ressaltar que as regras atuais dão mais liberdade para a composição do layout. “O lustre na sala de jantar antes era um elemento que não podia faltar e ficava sempre centralizado em relação à mesa. Hoje, já não existe mais tanta regra para isso. Deve-se, no entanto, estar atento à sua posição e tamanho para não prejudicar as circulações e nem perder a proporção dele em relação à mesa e também aos outros móveis”, revela Gislene.

MAO DUPLA LUSTRES _BFL6990

Projeto assinado por Gislene Lopes  Foto/Jomar Bragança

Os lustres arrojados podem ocupar também espaços profissionais. De acordo com a designer de ambientes Laura Santos, os ambientes corporativos também têm espaço para eles. Um exemplo é o seu projeto para a Casa Cor Rio 2017, o Network Living. “A ideia principal da criação do ‘Network living’ é um ambiente de estar em um ambiente trabalho, uma questão que está em voga nos dias atuais, com o foco cada vez maior no bem-estar dos profissionais. Com isso, trago para o corporativo, tendências atuais do décor residencial, como o lustre impactante, que se encaixa perfeitamente em quaisquer dos dois estilos de ambientes”, relata.

MAO DUPLA LUSTRES _CA_0158-1

Network Living projetado por Laura Santos para  Casa Cor Rio2017  Foto/MCA Estúdio 

Para a designer, a decoração dos ambientes corporativos está mais acolhedora e a iluminação é um dos pontos principais. “Aqueles ambientes sisudos, frios, estão dando cada vez mais espaço para espaços aconchegantes, com toque de casa. No espaço corporativo, o projeto luminotécnico merece uma atenção especial, assim como fiz com este meu ambiente para a Casa Cor Rio. O lustre, por exemplo, traz mais requinte à composição do layout e traz a sensação de estar em casa”, afirma.

Compartilhe… Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone