No mês do aniversário da cidade, o BDMG Cultural realizará o Seminário  Escrita, memória, movimento: BH 120 anos. Pesquisadores importantes da história da cidade estarão presentes conversando com o público sobre temas relacionados à história da fundação da capital, à sua memória, à sua arquitetura, à cultura, às atuais formas de convivência urbana e ao meio ambiente.

Ao todo, serão cinco mesas com as participações de Augusto Carvalho Borges, Bruno Viveiros , Carlos Antônio Leite Brandão, João Antônio de Paula , Maria Eliza Linhares Borges, Regina Horta Duarte, Sérgio Alcides, Tito Flávio de Aguiar, e Wander Melo Miranda.

Os debates acontecem nos dias 14 e 15 de dezembro no auditório Marco Túlio, na sede do BDMG, no bairro Lourdes, em Belo Horizonte.

BDMG BH 120 ANOSBruno Viveiros -Crédito da foto - Isabelle Chagas

Bruno Viveiros  Foto/Isabelle Chagas

“O que a cidade de Belo Horizonte como espaço de história e de cultura se tornou na altura dos seus 120 anos? Como ela se transformou? O que restou da utopia dos seus idealizadores? Estas perguntas podem ser um bom ponto de partida para pensarmos juntos sobre a cidade que herdamos, sobre a cidade que temos, e a cidade que queremos”, afirma a responsável pela curadoria do seminário, a professora Eliana Dutra, da UFMG.

Para Rogério Faria Tavares, presidente do BDMG Cultural, este encontro oferecerá um espaço privilegiado para uma reflexão profunda e sofisticada, estimulada por intelectuais que se dedicam a estudar a cidade: “O evento é a contribuição do BDMG Cultural para o avanço das pesquisas e dos debates públicos sobre a capital. Quanto mais e melhor pensarmos sobre ela, mais chances teremos de melhorá-la e de aperfeiçoar nossa relação com ela e com o que ela oferece”.

BDMG Cultural 

Há 27 anos o BDMG Cultural  realiza ações na área da música, das artes visuais, do audiovisual e das artes cênicas. Braço cultural do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, a instituição acredita que a cultura está diretamente ligada a qualidade de vida. Em suas iniciativas, abre espaço para jovens, novos e consagrados artistas. A galeria de arte promove exposições abertas à visitação diariamente, de 10h às 18h, inclusive aos finais de semana e feriados. A instituição integra o Circuito Liberdade, composto por 16 espaços, entre museus e centros culturais. 

Serviço

Escrita, memória, movimento: BH 120 anos

Data: 14, de 8h30 às 17h, e 15 de dezembro de 2017, de 9h às 18h30

Local: Auditório do BDMG: Rua Bernardo Guimarães, 1.600, Lourdes, Belo Horizonte/MG

Acesso gratuito. Não é necessário inscrição. Sujeito a lotação do espaço (200 lugares).  Informações: 31 3219-8691

Compartilhe… Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone