Na próxima sexta-feira, 24 de novembro, o curso de Direito do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizará o I Seminário Justiça pela Paz em Casa – Avanços e desafios no enfrentamento da violência contra a mulher na Capela Verda Farrar, no campus Praça da Liberdade, em Belo Horizonte.

O evento faz parte das ações do projeto de extensão Justiça pela Paz em Casa e foi organizado por alunos do curso de Direito do Izabela. A discussão contará com a participação de policiais, advogados, psicólogos e representantes de organizações de enfrentamento da violência contra a mulher.

Justiça pela Paz em Casa

O Projeto de Extensão Justiça pela Paz em Casa: enfrentamento da violência doméstica e da violência de gênero teve início em agosto do ano passado no curso de Direito do Centro Universitário Izabela Hendrix. O objetivo é trabalhar com violência doméstica e de gênero, promovendo reflexões sobre o tema, empoderando mulheres e meninas e conscientizando homens para a importância de sua participação no movimento.

“A Lei Maria da Penha é considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a 3ª melhor lei do mundo de combate à violência contra a mulher. Entretanto, o Brasil ocupa a 5ª colocação dentre 83 países pesquisados com o maior índice de homicídios contra as mulheres. A ideia de trabalhar essa temática surgiu dessa constatação: por que essa contradição? É a legislação que é falha? É algo com a sociedade brasileira?”, questiona a professora Luciana Calado Pena, coordenadora do projeto.

Atualmente, nove alunos voluntários participam do projeto e sua atuação se dá nas Varas Especializadas com as vítimas de violência doméstica. Os estudantes também promovem ações como cine-debate, protestos pacíficos, exposição de trabalhos, desenvolvimento de Cartilha para conscientizar crianças de 7 a 12 anos de idade, discussão sobre representação política feminina e políticas públicas de igualdade no mercado de trabalho, organização de eventos e escrita de artigos.

“Estamos promovendo a integração social através de um ensino concatenado com prática e teoria para além dos muros universitários, ao mesmo tempo em que cumprimos nosso papel para com os ideais de justiça social. Essa vivência do alunado com a multiplicidade de atividades que o projeto proporciona contribui para a formação de um profissional com qualificação diferenciada dos demais”, ressalta.

A docente destaca que o enfrentamento da violência de gênero é recomendado pela ONU em vários documentos oficiais, inclusive na Agenda 2030. “Propomos ações de atuação que não focam essencialmente na litigância, mas em estratégias de empoderamento feminino e em campos outros, como, por exemplo, política, empreendedorismo, cultura, urbanismo, com o lema de que lugar de mulher é onde ela quiser, dignidade antes da caridade. Assim, acreditamos que cumprimos nosso papel social como instituição pioneira a reconhecer os direitos das mulheres e que compreende a importância da atuação feminina na sociedade”, conclui.

Além de discutir o problema da violência doméstica no Brasil, o evento apresentará o projeto de extensão e recolherá doações de produtos de higiene pessoal para as mulheres do projeto Espaço Elas da IBL (Igreja Batista da Lagoinha). As inscrições são feitas através do e-mail: seminariopazemcasa@hotmail.com

Serviço:

I Seminário Justiça pela Paz em Casa – Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix

Local: Capela Verda Farrar – Campus Praça da Liberdade: Rua da Bahia, 2020 – Lourdes – Belo Horizonte/MG
Data: 24 de novembro de 2017,  sexta-feira.  Horário: 18h30 às 21h45       Inscrições: seminariopazemcasa@hotmail.com

Compartilhe… Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone